quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Rasura de ser vivo

Cansou de fingir
ou de fugir.

Ansioso e hepático
o moribundo arrasta seus dejetos
por entre a turba exultada.
Tanto faz quantos dias lhe restam
tanto faz o que lhe agrada.

Ele transita por entre os ruídos da cidade
apenas 
prossegue esgotando-se.
Parece que carrega o mundo
em caixas empilhadas
e formulários.