segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Blabla bla

as vezes me faltam palavras
as vezes nem as reconheço
pode chamar do que quiser
pode encontrar os sintomas
e conceituar as minhas limitações

as vezes as palavras são insuficientes para descrever o que sinto
talvez esteja em mim essa insuficiência que inocente as palavras

mas, o glossário
o glossário que reúne as palavras
os diálogos que utilizam as palavras
as descrições... todas as palavras
e até aquelas inventadas
formam um conjunto de legendas

impressões traduzidas para fonemas disponíveis

gostaria de dizer de outra forma
de transbordar para o outro 

talvez, transbordar seja, de fato, a palavra que mais me faz falta.

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Rasura de ser vivo

Cansou de fingir
ou de fugir.

Ansioso e hepático
o moribundo arrasta seus dejetos
por entre a turba exultada.
Tanto faz quantos dias lhe restam
tanto faz o que lhe agrada.

Ele transita por entre os ruídos da cidade
apenas 
prossegue esgotando-se.
Parece que carrega o mundo
em caixas empilhadas
e formulários.