sexta-feira, 11 de junho de 2010

No desafio

Muito se especula
quando o desafio é completamente desconhecido.
A unica informação disponível é da sua existência.

Daí fica a dúvida do que está por vir.
Apesar da noção de chegada breve.

Mas, depois de passado um momento
o desafio apresenta sua estampa.
Entretanto ele não se mostra por completo.

Eis o desafio. Algo que não se revela por completo
e que a gente leva um tempo
para verificar se vai de fato
descobrir.

São noites sem dormir;
Enjôo;
Cansaço;
Dor de cabeça.
As costas doem
e parece que as costelas se comprimem.

Durante o primeiro enfrentamento
o choque do novo e imediato.
Todas as precauções e providências
não respondem aquilo que parecia
ter sido previsto.
Surpresa e exaltação.

Durante o segundo enfrentamento
sempre há desdobramentos e
surge o dia seguinte.

Mais desafios.
O dia termina e o desafio continua.
A vida é assim, uma sequencia de imprevistos
e cada dia uma ou mais batalhas são enfrentadas
no final, quando a existência for
se reciclar no ambiente, apenas
as rugas do rosto saberão de fato
o quanto que cada um viveu.

Entretanto, as rugas
são discretas e não nos contam
nada.

Assim quando olhamos para
o outro sempre temos
aquela impressão equivocada
de que a vida dele é mais tranqüila
do que a nossa, só porque as cicatrizes
do outro falam menos do que as nossas.

Assim são os desafios, a ponta
de um novelo retalhado.

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Diante do desafio

Retroceder é opção.
Mas, insistir é o caminho.

Viver, mesmo quando se olha para
o adversário e ele baixa os olhos
com sinal de desonestidade nas ações.

Você olha para os lados e não sabe
se confia nos seus companheiros ou
se suas ações são as mais acertadas.

A incerteza. Esse lugar comum
e tão desagradável.

Veste-se a roupa de coragem,
mas as vezes parece que a roupa encolheu
ou que agora, pequeninos,
tropeçamos solitários nas pontas soltas.

Assim, com capas e escudos seguimos ou não.

Independente disso o desafio lhe olha
radiante, sabendo de seus medos.

Diante do desafio toda uma sorte de possibilidades
e o coração bate forte e a vida segue em frente.