quarta-feira, 18 de março de 2009

Lilith, Eva e Pandora - a mulher na criação

Esse texto tem a intenção de levantar a discussão sobre como alguns mitos contribuíram para as analogias que são feitas até os dias de hoje sobre as mulheres.

Para falar na idéia de influência mítica no conceito de mulher hoje recorri a Pandora, Lilith e Eva. Pandora por ser responsabilizada pela caixa que se abre com todo o tipo de infortúnio sobre o mundo; Lilith por ser a primeira mulher, feita do pó assim como Adão e por ser considerada uma rebelde e posteriormente um demônio e Eva por ser originada de Adão (a que por si só não é mas que dependeu de outro para ser). Tanto Pandora quanto Lilith são frutos primários da criação. Zeus cria Pandora e Deus cria Lilith, o fato é que ambas são as primeiras representantes das mulheres nos principais mitos criacionistas do mundo. Eva surge depois de Lilith mas tem igual ou maior influência, por seu mito ser mais propagado.

Na concepção do que vem a ser a mulher atual encontra-se cobranças que advém de uma analogia, mesmo que no fundo1, entre a mulher de hoje e os mitos do passado. Dessa forma, como descendentes de Pandora, Lilith e Eva toda e qualquer mulher já nasce culpada. O que a coletividade acaba por possibilitar ao não refletir sobre a influência dos mitos na concepção do conceito de mulher hoje acarreta na perpetuação dos equívocos.
____________________________________________________________________

1Fundo – para a gestalt é contexto. A pessoa é parte do contexto, não está por trás. Dizer que uma figura se destaca do fundo significa dizer que chama a atenção e que não se isola. Dessa forma, esse pensamento analógico entre mulher contemporânea e mito da antigüidade pode ser encontrado no fundo de algum lugar da mente (em estado de consciência pois é relacionado freqüentemente com a realidade vigente, mas que pode não estar identificado de forma pormenorizada nas idéias humanas).

segunda-feira, 16 de março de 2009

Rio de Janeiro - RJ


Museu Paço Imperial e Palácio Tiradentes na PraXV

domingo, 15 de março de 2009

Paço Imperial - RJ


Vista do jardim do Paço Imperial
O Paço Imperial é um espaço cultural que fica de frente para a o terminal das barcas da Praça XV. Nele é possível acompanhar excelentes exposições e ainda tem o acervo fixo do museu que tem uma curadoria que desempenha um trabalho dedicado. O espaço físico direcionado a 7ª arte ainda deixa a desejar, mas é possível assistir a filmes do circuito popular por preços populares.

quinta-feira, 12 de março de 2009

Niterói - RJ


Barca Gávea I com destino a Praça XV e Terminal das Barcas de Niterói

Araribóia - Índio símbolo da cidade

quarta-feira, 11 de março de 2009

Niterói - RJ


Barcas Rio-Niterói e Museu de Arte Contemporânea - MAC